Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SNTNELA

ciúmes

07.07.16

man-804534_960_720.jpg

 Não era preciso dizer nada a verdade estava escancarada, que iluminava todo o ressinto, via se a olho nu, o jeito que a olhavas, nunca vi tal fascínio, nem de perto algo parecido, nem nos nossos melhores momentos.

A sua beleza era como um tapa na cara, nunca a desejei tão feia,  ela tinha sido o sua primeira namorada, mas o tempo se encarregou de os separar, e começar a nossa história, até aquela maldita festa.

Naquela instante percebi, você nunca foi meu, e não havia nada a fazer, eu só queria sumir, evaporar no ar como em um passe de magia.

Tentei disfarçar, fingir que não vi, mas aqui dentro aquele ciúmes pronto a explodir.

Não acreditava no que os meus olhos viam, não queria acreditar no que meu coração sentia, não me segurei, e um grande escândalo causei, tamanha era a minha vergonha, mas não era maior do que o ciúmes que senti.,

Triste figura, quebrei a cara, pois sabia que não poderia lutar contra aquele olhar, uma mulher sabe quando perdeu mesmo quando não sabe aceitar.

 

1 comentário

Comentar post